Sogras e outras estórias...

Sunday, October 26
Pois então, dá falei da minha pseudo-sogra aqui? Sim porque se tenho um pseudo-namorado, isso implica teruma pseudo sogra... 
Enfim, sempre tive problemas com sogras... Em Curitiba era porque eu morava sozinha, então era tachada com a 'menina descolada' que vivia longe da família, que provavelmente por causa disso usava toda sorte de drogas/álcool/substâncias ilícitas, que devia dar que nem chuchu na cerca... E há o fato de que eu quando estou num relacionamento, gosto de "tomar conta"... Então acabo ficando muito próxima do moço rapidamente... Tirando o lugar das mommys.
Aqui em Recife eu achei que não ia sofrer este tipo de problema, visto que moro com a minha mãe... Ledo engano. Certeza absoluta que minha digníssima pseudo-sogra não vai nem um pouco com a minha cara. Ela detesta cigarro. Detesta álcool de qualquer espécie. E acha que toda vez que o "pobre bebê" dela sai e enche a cara, é porque este "demônio dos cabelos vermelhos" levou, mandou, obrigou, influenciou ou sei lá o que. Mesmo que o bebê em questão esteja no posto e Naty aqui dormindo inocente em casa.
Não me agrada esta situação, até porque eu nunca fiz nada que pudesse ser reprovado (não na frente dela...), tento ser gente boa, sorridente e tal, mas ela não é lá muito sociável... Não comigo.  Várias vezes reclamou que a gente tava cheirando a cerveja (mesmo tendo bebido só uma.).Teve uma época que eu achei que as coisas estavam se ajeitando... Mas então aconteceu o fato de ontem...
Ela nunca foi muito sorridente comigo mesmo, mas ontem... Cheguei na casa de Honey varada de fome, pois tinha trabalhado o dia todo na escola, e mal almoçado, e já eram mais de 7 horas (almoço meio dia.). Pedi algo pra comer, tinha bacalhau, mas eu não como peixe... Aí Honey me oferece um Miojo, que aceitei de bom grado, só que logo depois vimos que tinha sopa de feijão. Eu gosto de sopa, mas queria Miojo. Enfim, Honey cozinhando para mim, a gente conversando, chega minha sogra pra ele: "Você tá fazendo Miojo com tanta comida aí?? Depois acaba e você fica reclamando!!"
Fiquei PAS-SA-DA. Quase que disse que não precisava mais fazer. Não sabia onde enfiasse minha cara.
comi o Miojo bem na minha, ainda bem que o tio de Honey ficou me fazendo companhia...
Quero deixar claro que não desgosto da senhora... só me deixa meio estressada ser julgada pela capa... Pelo meu piercing na língua, pelo cigarro que fumo... e apesar de tudo isso eu estou sempre nos bastidores ajudando quando ele briga com ela, no aniversário dela ele não teve tempo de comprar nada e eu comprei uma rosa para que ele não chegasse em casa de mãos vazias, enfim... Mas continuo com esta minha fama de "bad girl".
Deixo passar... quem sabe um dia a situação se resolva. Mas posso dizer que estou um tanto desconfortável agora...
=*

5 consideraram:

Neiva said...

Oi Naty.

Comecei a ler rindo e depois fiquei mais séria. A situação é chata mesmo. Olha só: cabelos vermelhos, piercing, tatu (?), fuma e bebe. O que toda sogra menos quer, quando é do tipo que só olha a capa e não ouve o disco!!!

Se fosse você ficaria tranquila e persistiria no seu caminho. Ela vai acabar te aceitando do jeito que você é e se ama o filho entenderá que é melhor honey feliz com você, do que infeliz com uma beata horrorosa!!!

Desculpa palpitar...

Beijos

Nathi said...

É isso aí Naty,
concordo com o que a Neiva(?)
disse...
Ela vai acabar te aceitando...
E entendendo que você não vai lá só pra comer todo o miojo dela
huiuaeheuiiueaiueha

beijos!

Kátia Flávia said...

Aai guria.. isso é karma.
Espero que ela entenda o coração bom que você tem ai.. viu?!

beijos te amo!

lis said...

Naty,
Essa história de sogra realmente pode ser um trabalhão. Mas relaxa, como disse a Neiva e assino.
Eu nunca tive problemas com sogra, em geral elas me queriam noras, problema era a incompatibilidade com o querer dos filhos, rsrs.
Beijos queria, boa semana!

Glória said...

Eu sempre me dei bem com as sogras. Acho que até mais do que com os ex parceiros. Tanto que, depois da minha última separação, herdei sogro e sogra na partilha de bens...rs...e nos damos muitíssimo bem!

Post a Comment